COMUNICADO

COMUNICADO
CANAL PORTAL CLIPES DO YOUTUBE E A QUEM POSSA INTERESSAR

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

MÚSICA DO COMERCIAL - CACAU SHOW

AQUELA TRILHA PUBLICITÁRIA QUE TE CONQUISTA...

Sei que esta música foi feita apenas para um comercial de TV, mas sempre tive curiosidade em saber quem a canta. É um jingle, na verdade, de uma publicidade da Cacau Show muito veiculada nos intervalos das emissoras.

Esta faixa sonora apresenta uma voz feminina bem charmosa, cantando com um certo sotaque francês.
Com certeza, você já viu esta propaganda na TV, mas caso não esteja se lembrando:

La Creme - Rock Star
Cacau Show


 Carolina Navarro

Então, a vocalista desta música é a cantora Carolina ("Carol") Navarro, cantora e baixista de algumas bandas de rock. Ela também se apresenta solo, mas atualmente é baixista da banda SuperCombo.
Mas antes ainda, ela tocava no grupo de rock feminino Lipstick, que se destacou bastante entre os adolescentes dos anos 2000.
Com o término da banda Lipstick, Carol Navarro entrou no SuperCombo e juntos lançaram algumas músicas que fizeram sucesso no meio indie, como "Bonsai" e "Piloto Automático".
Paralelamente ao grupo, ela também se dedica a projetos diversos, colaborando na gravação de trilhas publicitárias, realizando palestras, entre outros.

Baixista e Cantora

Mas para quem quer ouvir a voz da cantora, sugiro que ouçam suas apresentações solo, já que nas duas bandas citadas, ela ganha mais destaque tocando baixo. No Supercombo, o vocalista é Léo Ramos, embora a Carol também colabora com "vozes de fundo" em algumas músicas.

Carol Navarro - "Lilás"



sexta-feira, 1 de novembro de 2019

X-POSED: MARKUS - "SUPERLOVE" (2003)

Saudações à todos os amigos deste Blog!
Estamos de volta com mais uma publicação que tem o intuito de engrandecer mais um club-hit da Dance Music!
Só que agora é hora de voltarmos à década de 2000... e acredito que todos se lembram, de pelo menos uma música desta época que marcou a vida de vocês, certo? Com toda a certeza, fomos presenteados com singles bem distintos e surpreendentes nestes anos... Você tem alguma dúvida?

Neste início de século XXI, todos dançaram muito com as animadas músicas de Eiffel 65, Gigi D'Agostino, Gabry Ponte, Erika, Brothers, Prezioso, Magic Box, Moony, Get Far. (Feat Sagi Rei), DJ Ross... entre muitos outros artistas, que movimentaram bastante a vertente Italo-Dance com seus admiráveis trabalhos.

Mas, não podemos nos esquecer de uma outra produção muito boa, chamada "Superlove" do projeto Markus. 
Alguém se lembra dessa graciosa canção?

X-POSED: MARKUS
"SUPERLOVE" (2003)
"Superlove" (2003)

Essa produção ficou mais conhecida no Brasil por integrar as coletâneas "Vibe97 Vol.2", "Na Balada Vol.9" e "Planeta DJ 2004", todas bem populares e lançadas pela gravadora brasileira Building Records.
"Superlove" também foi tocada em algumas FM's e conquistou muitos fãs entre 2003/2004, pois possui ritmo e vocais bem envolventes, que nos faziam (e ainda nos fazem) entrar totalmente no clima de sentimentalidade da canção. É uma música bem comercial, melodicamente bem construída e com uma letra romântica, conforme sugere o seu título: "Superlove".

A LETRA DE "SUPERLOVE":
Fazendo uma breve avaliação da letra, podemos deduzir que o "eu lírico" da música ainda não conseguiu esquecer de um amor antigo, que ele vivenciou em seu passado.
Concluímos que um dos amantes rompeu estes laços e escolheu seguir por outros caminhos, para a tristeza do sujeito que transmite as emoções no cântico. Então ele se declara na letra, deixando claro que não conseguiu superar esta perda e que está determinado a re-conquistar sua amada. O personagem diz com ímpeto:

"Um amor
Ainda em minha mente
Um amor
E isso queima por dentro
Um amor
Eu acredito no amor
Amando você
Amando você"
(REFRÃO)

"Depois de muito tempo
Você está tão longe de mim"

"Tudo em minha volta
Está tão escuro
Onde está você?"

"Vivo sozinho
Meu coração está partido
Diga-me porque?

"Eu não sei porque
Você preenche meu coração ainda"

"Ohh, fiquemos juntos
Será tão bom
Baby, vamos lá
Eu somente quero dizer
Eu te amo"

Como a letra dessa música é relativamente extensa, principalmente se comparada com a maioria das outras faixas de "Dance", selecionei acima apenas alguns pequenos trechos. 

VISÍVEIS INFLUÊNCIAS:
Sobre o trabalho de elaboração em "Superlove", nos lembra muito às produções daquela época, principalmente dos singles exuberantes de Gigi D'Agostino, tanto nos vocais, nas melodias, nas bases envolventes...tudo bem semelhante e entusiasmante quanto!
Inclusive, não se surpreenda caso alguém afirmar que esta é uma música de Gigi D'Agostino, pois é coerente este tipo de confusão, justamente pela devida similaridade.

Por falar em Gigi D'Agostino, ele traduz toda uma simbologia em torno do "Ítalo-Dance" deste período, inevitavelmente servindo também de inspiração para muitos outros produtores e DJs nos anos 2000.
A propósito, prestem bem atenção na versão Wetti Rmx de "Superlove", uma variante que nos leva diretamente à explosiva "I'll Fly With You" (Gigi D'Agostino, 1999), pois são muito parecidas em suas construções sonoras e estilizações poéticas:

"Superlove" (2003)
"Eu acredito no amor...
Eu te Amo, Eu te Amo!"

NOS PRIMÓRDIOS DE 2003:
Quando "Superlove" saiu naquele ano de 2003, não existia nem Orkut ainda, muito menos Twitter, para expressarmos o nosso amor por este lançamento... Só tínhamos aquele momento para aproveitar, curtindo a música nas rádios, nas discotecas e nas coletâneas, que eram as nossas "salvadoras da pátria" por nos brindar com estes belos sucessos!

Não me recordo da primeira vez que ouvi este "chamego" nas FM's, mas tenho total certeza que foi através da coletânea "Vibe97 Vol.2" que eu pude prestar mais atenção em suas qualidades. Sempre que eu ouvia este CD, dizia a mim mesmo que esta faixa era muito tocante, pois me transmitia uma sensação de deleitamento e bem estar imensos.
Mas ao mesmo tempo, eu também me questionava: "Quem é Markus?", "Quais outras músicas este cantor canta?"

"QUEM É MARKUS?"
Markus: O responsável pelo hit "Superlove" (2003)
Favor não confundir com Markus Schulz

Naquela época a tecnologia já era mínima e não tínhamos tantos recursos como hoje, então ficava mais complexo ainda para descobrirmos que o tal Markus, na verdade, nunca foi o verdadeiro cantor de "Superlove".
Francamente, Markus era apenas o nome artístico do Produtor/DJ da canção. Ele escreveu e produziu a música, mas não é a sua voz que foi gravada nos estúdios, como muitos (assim como eu) imaginava.

CADA UM NO SEU QUADRADO:
Assim como Gigi D'Agostino, DJ Ross, Gabry Ponte, e tantos outros produtores, Markus também não tinha talento para cantar suas músicas produzidas, então contratava cantores profissionais para suas gravações em singles.
Errado isso? Jamais! Se quer entregar ao público um trabalho de qualidade, tem que agir desta forma mesmo, contratando serviços de quem realmente tem a habilidade em cantar.

Gabry Ponte, Gigi D'Agostino, DJ Ross, Markus: 
Apenas alguns dos fortes expoentes do Ítalo-Dance dos anos 2000

O dom artístico destes produtores citados, se resume em discotecar, compor, criar arranjos e produzir músicas. Cantar já é uma outra especialidade totalmente diferente. E vamos combinar, né? É muito difícil encontrar uma pessoa que possui várias vocações artísticas...alguém que sabe fazer de tudo.
Vira e mexe, nos deparamos com algum produtor que se apresenta também como DJ, compositor, dono de gravadora, engenheiro de som, promoter, influencer digital, empresário, youtuber, radialista, e etc...mas querer se passar como cantor, também? Aí é demais! Diria que muito surreal.

O mais correto a se fazer nestes casos, é creditar os vocalistas pelos seus trabalhos, mas infelizmente isso nem sempre ocorre. Alguns produtores tentam passar esta falsa impressão, de que são os "cantores" de suas produções. Chato isso, alguém querer ser o que não é, e o pior: ainda tirar vantagem da falta de conhecimento de uma platéia.

Conversando em 2018 com a cantora italiana Manuela Panizzo, ela disse: "DJ Ross poderia ter levado meu irmão (Stefano Panizzo) para se apresentar ao Brasil também, seria legal vê-los juntos, já que é a voz dele nos maiores sucessos do DJ Ross."

Para refletir.


O PRODUTOR 
MARKUS

Markus

Não existem muitas informações sobre o produtor Markus, mas sabemos que seu nome real é Marco Alberto Tonoli. 
Ele é italiano e teve a sua primeira produção em 2000: "Ce Soir".
Na Itália, este seu primeiro trabalho foi comparado com "Super" de Gigi D'Agostino, mas aqui no Brasil não se tornou conhecida.
Outra produção de Markus - desta mesma época - é "Lord Of Arabia", que também não foi tocada no Brasil, mesmo ambas tendo elementos árabes em suas produções, tão em evidência por aqui em 2000.

Uma curiosidade sobre "Lord Of Arabia", é que esta canção tem uma relação bem significativa com uma música bem clássica do Public Enemy, pois a frase "Turn It Up" foi retirada da faixa "Bring The Noise" , que é deste grupo de Hip-Hop. Esta produção de Markus é mais diferenciada e não tem o seu habitual tom melódico que muitos (como eu) esperavam.

Já em 2001, Markus alcança mais sucesso ainda com "Electronik", seu então novo trabalho e sendo hit também na Espanha. Este som tem bastante admiradores até hoje, além de que, é um dos mais lembrados hits do produtor.
Confira abaixo, uma apresentação em que Markus toca "Electronik" num programa de TV:

"Electronik": Definitivamente, é uma das minhas favoritas do Markus
Para muitos esta performance pode ser "cafona", mas no início dos anos 2000 isso fazia todo o sentido...
O conceito era ser futurístico e tal.


Ainda em 2001, Markus lançou o EP de "Electronik", que contava também com mais duas faixas inéditas, "Robotronik" e "Once Upon A Time", ambas lembrando muito os sucessos de Gigi D'Agostino, principalmente a primeira.

Em 2002, Marco Alberto Tonoli retorna como "Markus" e divulga o seu mais novo single, "My Musik". Sem muitas novidades e seguindo a mesma tendência de seus trabalhos anteriores, esta produção é bem agradável e apresenta suas típicas "good vibes".
Se você ouvir "My Musik" com atenção, perceberá também algumas batidas "roubadas" da música "Da Da Da" da banda alemã Trio.
Na Itália, agradou bastante em 2002:

Markus - "My Musik" (2002)

E o que tivemos no ano seguinte?
Bem, em 2003, o italiano Markus lançou "Superlove", trazendo mais uma vez composição, arranjos, letras e produção sendo totalmente seus (em alguns setores, ele obteve colaborações). Aliás, todos os seus trabalhos são de autoria própria, exceto os vocais (obviamente), mas a parte criativa surgia do Markus (ou com a sua supervisão).

Para baixar "Superlove", faixa extraída da coletânea "Planeta DJ 2004", clique aqui (Tipo de arquivo: FLAC).

A capa do EP de "Superlove" (2003) era meio "embaraçosa" para aquela época, pois imagine, você comprando um disco que tinha um corpo todo musculoso, aparentemente nú e masculino na capa. Falando assim, parece até que estou exagerando, mas para quem viveu aqueles anos sabe como era mais complicado, principalmente se você era um adolescente, com medo do que os outros iriam pensar...

Raridade: O EP de "Superlove" (2003)


Sabe o que eu acho mais irônico, nisso tudo? É que esta música foi um de seus maiores sucessos, e ao mesmo tempo, foi também o seu último trabalho lançado. Depois de 2003, o Markus sumiu, inexplicavelmente.
Aqui no Brasil, como já citado anteriormente, "Superlove" chegou através da Building Records e atraiu muitos DJ's e fãs de Dance Music.

Mas neste EP de "Superlove" ainda temos outras gratas surpresas, que servem como consolo àqueles que não se conformam com o sumiço de Markus. Neste material, constam também as faixas: "Stand By Me" e "La Marche De La Pantherè".
Sobre "Stand By Me", esta foi lançada em algumas coletâneas brasileiras (Building Records), aliás, é uma pena que só estas duas músicas foram divulgadas por aqui (não encontrei registros de mais músicas em CD's nacionais).
Estou ficando louco mesmo, ou "Stand By Me" contem uma melodia que lembra bastante o clássico "Diana" de Paul Anka
Outra observação importante, é que este trabalho aparenta ser cantado por uma vocalista feminina, diferente de todos os trabalhos anteriores do Markus, onde ele escolhia sempre vozes masculinas (na maioria dos discos constam créditos vocais para um tal de Marco Ferrera). 

Mas ouvindo "Stand By Me" com bastante atenção, não descartamos ainda a possibilidade de serem vocais masculinos sob alguns efeitos...Tudo é possível:

"Stand By Me" (2003)
Essa melodia é a cara de "Diana" (Paul Anka)


Sobre "La Marche De La Pantherè", essa faixa não tem vocais e transparece ser uma versão "dance" do tema da "Pantera Cor de Rosa". Mas agora, pense numa versão legal e bem dançante! Isso deveria ter feito mais sucesso!!

"La Marche De La Pantherè" (2003)

Mas voltando à "Superlove", esta música foi originalmente lançada pelo selo Spy Rec, na época, sob a direção de Rossano Prini, o famoso DJ Ross. E para quem não sabe, este era um departamento da famosa Time Records para distribuir alguns lançamentos da "dance" pela Itália.
A música foi escrita por M.Bonoli (Marco Bonoli), A.Valente (?) e R. Guiotto (Roberto Guiotto), sendo que este último colaborou também com os arranjos em "Superlove". Lembrando que Roberto Guiotto trabalhou em diversas outras tracks da Dance Music, como exemplo, East Side Beat - "Back For Good" (1995), onde os arranjos também tiveram a sua "mãozinha".

Já sobre o cantor de "Superlove", ele é um artista italiano e também chama-se "Marco". Isso mesmo! Parece que este nome de batismo é bem popular na Itália...
O vocalista oficialmente é conhecido como Marco Martina.

O produtor Markus convidou Marco Martina, que já gravou alguns clássicos das discotecas italianas nos anos 80, para cantar este seu hit. O cantor então aceitou, e assim, nasceu esta bela canção no ano de 2003.

Markus, Marco Martina, Roberto Guiotto: Os cabeças de "Superlove"


Segundo o próprio Marco Martina, ele só gravou esta única música com Markus.
Marco Martina também informou que o produtor é seu amigo e que moram na mesma cidade, complementando ainda "mas faz anos que não o vejo".

"Sim, eu que cantei"
- Marco Martina

"Faz anos que eu não o vejo"
Marco Martina sobre Markus


Pelas informações pesquisadas, infelizmente o produtor Markus deixou a música e hoje é proprietário de um supermercado em Turim, na Itália.

Marco Alberto Bonoli (Markus), em foto de 2015


MARCO MARTINA, 
A VOZ
Marco Martina

Marco Martina nasceu em Turim, na Itália, em 23 de outubro de 1960, onde mora até os dias atuais. Ele também continua cantando em muitas produções, mas de maneira mais independente.

Quando o contatei - para saber mais a respeito de sua carreira - ele perguntou-me, muito empolgado, se eu tinha alguma gravadora aqui no Brasil. Deve ter se decepcionado, pois se tratava de mais um fã querendo saber sobre sua vida, rs.

Marco Martina chegou ao sucesso cantando numa banda de rock italiana chamada Meat Puppets, que esteve em atividades entre 1977 e 1984. 
Foi em 1983 que eles chegaram na posição #3 das mais tocadas nas rádios francesas, com a música "It's Another Day".

Após o término da banda, Marco Martina entrou em sua carreira solo e lançou alguns sucessos do gênero italo-disco, como "Venture In My Heart" (1986), "Fortune Teller" (1987) e "Ticket To Shanghay" (1988).

Marco Martina, em 1986

Acho que é bem difícil, encontrar com algum italiano que não trabalha com pseudônimos, não é mesmo? E com Marco Martina isso não é bem diferente... Ele também chegou a se lançar com um outro nome artístico: Mark Montana.

Hoje, ele tem 59 anos de idade e continua trabalhando bastante. Ele está gravando com um jovem produtor chamado Libero Bovolenta, e juntos fizeram várias músicas, que ele acaba postando em suas redes sociais. 
Recentemente, ele gravou uma versão do clássico "Carrie" (Europe), que particularmente gostei muito. Só é uma pena, o video abaixo não conter a música na integra:

Marco Martina - "Carrie" (2019)

Ouça também outra interpretação do artista:

Marco Martina - "Rocket Man" (2019)


Marco Martina Atualmente

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Obs.: Eu conclui que seria a voz de Marco Martina em "Superlove", pois seu nome consta no vinil italiano (EP), numa menção em forma de agradecimento.
Procurei seus vídeos e percebi que os vocais são bem parecidos, inclusive o timbre de sua voz.
Só depois que fui perguntar à ele, que acabou confirmando.

Acredito que esta música tenha mais fãs, então espero que esta publicação chegue à estes seres que, assim como eu, sempre quiseram saber mais sobre quem cantava esta "SUPERSONG"!


Agradecimentos
À Marco Martina, por colaborar com esta publicação e pelo seu tempo dedicado em responder algumas perguntas.

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

MADONNA - "EVERYBODY" (1982)

VOCÊ SABIA QUE A PRIMEIRA MÚSICA LANÇADA POR MADONNA, FOI VENDIDA AO PÚBLICO COMO SENDO DE UMA CANTORA NEGRA?
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Capa do single "Everybody" (1982)

A canção "Everybody", lançada em 1982, foi o primeiro lançamento da cantora Madonna no universo da música, e ajudou a projetá-la ao mundo inteiro, sendo até hoje, um nome consagrado do pop internacional.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
A partir deste sucesso, Madonna lançou outras dezenas de hits que se tornaram obras-primas, como "Like a Virgin","Material Girl", "Like a Prayer", "Live To Tell", entre outros vários clássicos marcantes e inesquecíveis.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Mas, você sabia que este primeiro lançamento de Madonna, "Everybody" , foi vendido às rádios e ao público, como sendo uma música cantada por uma mulher negra?
Sim, isso mesmo! Como estratégia, a gravadora lançou o single sem nenhuma imagem de Madonna na capa, tudo intencionalmente, para que as rádios e o público pensassem que a cantora fosse negra. E todos acreditaram que ela fosse realmente negra, devido à batida da canção.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Madonna só recebeu o seu merecido destaque após a música fazer grande sucesso, aí então a gravadora resolveu apostar suas fichas nela, onde a loira com certeza não decepcionou.

A batida e ritmo funky de "Everybody" logo conquistaram as pistas de dança e todos ficaram curiosos para saber mais sobre aquela artista de nome incomum. Madonna então gravou um vídeo-clipe e as pessoas finalmente puderam conhecer quem era o verdadeiro rosto por detrás da faixa:
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Madonna - "Everybody" (1982)

E este hit de 1982, completa neste mês de outubro seus 37 anos de lançamento...
Que história, hein Madonna? Até você já foi "usada" pelos executivos gananciosos da indústria...

domingo, 20 de outubro de 2019

LAURA MARTINEZ - "RITMO LATINO" (1996)

LAURA MARTINEZ:
HÁ 23 ANOS, ELA CANTAVA E SOLICITAVA À VOCÊ:
"DEIXE A MÚSICA BALANÇAR SEU CORPO"
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Laura Martinez (1996)
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Laura Martinez é o nome da cantora que fez um único sucesso nos anos 90, dentro do estilo Freestyle / Miami / Electro, tão popular entre os anos de 1995 e 1997.
Você provavelmente deve conhecer "Ritmo Latino", seu famoso single lançado em 1996, além também da sua segunda música "Te Quiero Amar", certo?
Mas, e sobre a cantora? O que você pode nos dizer sobre Laura Martinez?
Não é estranho isso, conhecer suas músicas mas não saber quem as canta?
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Laura Martinez apareceu no cenário eletrônico em meio a tantos outros artistas que se empenhavam também neste subgênero. Estes nomes ganharam muito destaque, inclusive nos Estados Unidos, pois basicamente o freestyle nasceu por lá.
Foi mais especificamente em 1982, em New York, que o freestyle surgiu, pois a comunidade latina que lá habitava misturava com sintetizadores vários elementos do Electro, Boogie, Hip-hop, Synthpop, entre outros, dando forma e gosto popular à estes seus trabalhos.
Ou seja, quem cantava este tipo de "dance music", sempre conquistava boas posições na Billboard americana, vide os artistas mencionados abaixo...

Lil Suzy:
O freestyle sempre foi sensação nos anos 80, mas também se destacou muito no início dos 90, com a cantora Lil Suzy (considerada a "Rainha do Freestyle") tendo o seu primeiro hit em 1992: "Take Me In Your Eyes". Ela conquistou diversos prêmios e reconhecimento com este seu grande trabalho.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Lil Suzy e seu 1º álbum (1991)
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Planet Soul:
Três anos após este sucesso, em 1995, foi a vez do Planet Soul lançar "Set U Free", cantado pela falecida cantora Nadine Renee (ela morreu em 2004, por complicações no parto), sendo um grande marco na "dance music".
"Set U Free" (na época) era uma música bem moderna, com cara mais de "eletro house", mas ainda assim trazia a famosa e clássica "miami beat". Este single chegou ao seu sucesso mundial e com reconhecimento até nos Estados Unidos. A fama da música foi bem grande, e olha que nem video-clipe fizeram para ajudar na sua divulgação...
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
A vocalista de "Set U Free" do Planet Soul
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com

Lina Santiago:
Outro fenômeno. Lina apareceu também em 1995, juntamente com DJ Juanito. O hit avassalador da dupla era "Feels So Good", single que chegou por aqui em 1996.
Quem nunca ouviu esta famosa música?
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Esta faixa era muito executada em todas as rádios, clubs e saiu em algumas coletâneas , através da MCA/ Universal Music, fazendo com que Lina Santiago repetisse a grande façanha de "Set U Free" (Planet Soul), recebendo muitos ouvintes nos Estados Unidos, e lógico, aqui no Brasil também.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Lina Santiago em New York, maio de 1996

Angelina:
E claro, não podemos deixar de citar a Angelina, uma das cantoras do estilo que mais obteve destaque e fãs neste período.
Angelina surgiu em 1996, com seu single de estréia "Release Me", sendo um grande estouro mundial nas pistas e FM's.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Angelina ainda trouxe-nos outros sucessos, emendando "I Dont Need Your Love", "Mambo", "Without Your Love" e "Tide Is High", todos lançados em singles no mercado. A cantora também teve uma música que foi apenas lançada em coletâneas: "Reach out and Touch Me". Esta, inclusive, era uma das favoritas dos adolescentes na época. Lembrando que esta "track" nem foi faixa de trabalho da cantora, e mesmo assim, conseguiu ser executada em muitas pistas de dança e ganhar alguns fãs.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Angelina com seus dançarinos... Mas espera aí... A Jocelyn Enriquez também está aí nesta foto com os dançarinos dela?!
Segundo algumas informações, esta foi uma turnê em conjunto, realizada pelas duas cantoras, em 1996 ou 1997.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Sim, a Jocelyn Enriquez também fazia um som semelhante, aliás, neste período "choveram" muitos outros artistas, como Katalina, Spanish Fly, Acid Factor, Tina Reneée etc. E é aí que entra a jovem americana Laura Martinez, que também desejava uma fatia deste imenso bolo...
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Ah! Aqui no Brasil, eu sempre achei que alguns artistas se inspiraram também nestes hits internacionais. Podemos citar o Kid Abelha, que investiu muito em seus remixes, entre 1996 e 1997, e algumas dessas produções se assemelhavam um pouco com o Dance destes gringos dos anos 90.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Como diria Paula Toller: "uma perfeição, nos mínimos detalhes"
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Quando eu era adolescente, eu "babava" muito para estes remixes do Kid Abelha

A Fernanda Abreu era também uma cantora nacional que tinha um estilo bem parecido com o dessas cantoras, seja musicalmente ou visualmente:
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Fernanda Abreu

Enfim, foi uma época bem divertida, com boas produções, vocais de qualidade e ótimas melodias. Coisa que não se vê - e não se ouve - mais hoje em dia.


LAURA MARTINEZ
"RITMO LATINO"
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
O ano de 1996 foi um ano de grandes produções do estilo Freestyle
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
"Ritmo Latino" segue a mesma tendência vista nas canções de Angelina, Lina Santiago e Planet Soul, e repetindo também o sucesso destes trabalhos.
Quando saiu em single pela americana Thump Records,"Ritmo Latino" ganhou na sequência uma pequena resenha entre as páginas da revista Billboard, onde elogiaram a voz de Laura Martinez. Na curta publicação, ainda citaram que a produção era muito semelhante aos hits já apresentados por Lina Santiago e Planet Soul.
Ainda informaram que é uma pena a letra da música se resumir em poucas palavras cantadas, pois a cantora tem uma "presença charmosa", classificando então, esta falta de letras, como "um desperdício":

Sabe aqueles sonidos, parecidos com "lasers"? Então, eles estão aqui, com toda a certeza! A produção de "Ritmo Latino" os emite com grande freqüência durante a sua execução, enquanto o belo vocal de Laura surge na base, cantando alguns trechos que simplificam:

"Este é o ritmo do meu amor"
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
"Sinta este ritmo, mova o seu corpo com o ritmo latino"
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
"Deixe a música movimentar o seu corpo, sinta o seu corpo"
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
"Fique nas alturas com este ritmo"
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
"Sinta este ritmo"

Outro detalhe que dá um certo frescor para a música, é que tem uma voz de fundo que acompanha a canção a todo momento, dizendo "Ritmo Latino", sem melodia alguma e quase que "recitando" o título da canção. Sobre esta inserção na faixa, é uma voz que sussurra estas palavras, que depois retorna em seus segundos finais, agora com "Oh, Oh, Oh".
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Ouça esta divertida e inesquecível canção, e perceba todos estes ricos detalhes:

Créditos do vídeo: 

A letra da música é bem simples realmente, mas tem uma sonoridade adorável, contagiante, além de ser bem dançante e com uma energia intensamente positiva para quem quer se extravasar na noite.
Quem não conhece muito o idioma inglês ainda consegue entender algumas palavras cantadas, pois são poucas e bem fáceis, principalmente os brasileiros, mexicanos, porto-riquenhos, espanhóis, chilenos e toda a nação latina.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Quando ouvimos esta faixa, percebemos que a vocalista está "exaltando" a música latina neste seu trabalho, que foi sucesso no mundo todo, inclusive nos Estados Unidos.
Diria que esta foi uma pequena homenagem à seu povo e à sua cultura latina, que Laura Martinez fez em "Ritmo Latino".
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Os realizadores de "Ritmo Latino": Jon St. James, Laura Martinez e Carlo Zanella



DESEMPENHO
DE "RITMO LATINO"
Este trabalho marcou presença entre os singles mais vendidos nos Estados Unidos e também entrou para várias paradas musicais daquele país. Realmente foi um grande sucesso e também motivou a gravadora a querer gravar uma nova música com a cantora (daí então, nascendo no mesmo ano de 1996, "Te Quiero Amar", a segunda música de Laura Martinez).
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Para se ter uma idéia deste êxito, o single de "Ritmo Latino" chegou a ocupar a 4ª posição entre os mais vendidos nos EUA ("Billboard Dance Music Maxi-Single Sales"), depois foi passando para 33ª, 33ª e 46ª posições nas demais semanas. Para um artista de pequeno porte, do gênero "dance music", isso é uma conquista muito relevante:


Aqui no Brasil, "Ritmo Latino" entrou também para diversas coletâneas de dance music do período, como "Hot Nine Seven Vol.4", "Toco Dance Hits Volume 6", "Jovem Pan 40 Graus", "Ibiza Club Vol.2" entre outros lançamentos, todos da Paradoxx Music.
O interessante é que a Spotlight Records também incluiu esta música num promo da gravadora: "Promo DJ 96".

Na Jovem Pan SAT, a mais importante rádio do Brasil, "Ritmo Latino" ficou no Top 3, entre as mais tocadas em julho de 1996. Além também de ter sido uma das músicas mais tocadas nas principais boates paulistanas e cariocas.


TALKING WITH
 LAURA MARTINEZ
Foi Carlo Zanella (produtor e compositor) que a convidou para assinar com a Thump Records
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Eu conversei um pouco com a Laura Martinez, que foi muito carinhosa e atenciosa neste bate-papo. Perguntei também se ela se lembrava de Lina Santiago e Angelina, e ela me disse que sim, e que até as conheceu pessoalmente naquela época. 
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Bom, antes de mais nada, gostaria de ressaltar que esta ideia de escrever sobre Laura Martinez, surgiu a partir de uma conversa que eu tive com meu amigo Fábio Allan, que também gosta muito destes "freestyles", e que inclusive, tem o single original de "Ritmo Latino".
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Me propus a localizá-la...e não é que deu certo?
Diante de vários perfis femininos com o mesmo nome, eis que a encontro:
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com


- "Você é a cantora de Ritmo Latino?"
-"Wow, você tem uma boa memória, isso faz muito tempo. Sim."

este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Mostrei também à ela uma foto do Fábio, segurando o single de "Ritmo Latino" e ela disse "manda um oi para o Fábio!"
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Em seguida, após a conversa, eu percebi que Laura Martinez entrou no Youtube e agradeceu às pessoas que tinham postado suas músicas, digitando no campo "Comentários". Ela estava bem feliz pelo reconhecimento, mesmo depois de 23 anos do sucesso de "Ritmo Latino".
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Eu iria escrever um pouco mais sobre a Laura, incluindo mais detalhes a respeito de "Te Quiero Amar", que é uma música que foi pouco conhecida na época, mas resolvi apenas transcrever o que ela me disse, através de algumas perguntas.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.co
Vamos lá, descobrir finalmente um pouco mais sobre LAURA MARTINEZ?


ENTREVISTA 
COM 
LAURA MARTINEZ
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.co
Laura Martinez 

ENTREVISTA REALIZADA EM 14/09/2019

Olá Rikardo,

Obrigada pelas perguntas da entrevista. Espero que você tenha um bom dia! ~ Laura

Laura, qual é a sua nacionalidade? Em que país você mora atualmente? 
Eu sou americana mesmo, Rikardo. Eu nasci e cresci em Los Angeles, Califórnia, onde ainda moro atualmente. Mas minha família é toda mexicana, portanto o meu sangue é mexicano.

Quantos anos você tinha quando gravou "Ritmo Latino" na Thump Records? 
Muito mais jovem do que sou agora (rindo muito) 
(ela não quis que calculássemos a sua idade, rs)

Você cantou e também escreveu "Ritmo Latino". Você se lembra de suas inspirações para criar essa música? 
Sim, eu lembro que eu estava andando de carro com a minha mãe, e foi neste momento que esta música surgiu na minha cabeça, e assim, eu a escrevi e levei aos meus produtores 
(sua mãe já é falecida, e Laura sempre fala com carinho sobre ela).

Laura Martinez atualmente

“Ritmo Latino” foi um grande sucesso em todo o mundo, especialmente no Brasil. Quais são suas lembranças dessa época? 
Com certeza, do que eu mais lembro, é do amor dos fãs. Meus dançarinos também, eles eram muito engraçados! Eu tenho um vídeo bem divertido dos nossos bastidores, sinceramente estou até pensando em lança-lo algum dia.

Laura, você gravou vídeos para suas duas músicas ("Ritmo Latino" e "Te Quiero Amar")? 
Não, infelizmente não gravamos, mas seria bom ter um vídeo ...

Sua voz é bem bonita. Você herdou esse talento de alguém da sua família? 
Sim, da minha mãe
(apesar de sua mãe não ter sido uma cantora profissional).

A música "Te Quiero Amar" não foi lançada em single, mas foi incluída em algumas compilações de dance music no Brasil. Como foi a produção dessa música? 
Eu estava no estúdio adicionando vocais e tentando entender a música, e de repente, sem saber de nada, a gravadora lançou "Te Quiero Amar". Eu não tinha terminado o meu trabalho ainda, porém quando fui retomar, a gravadora já tinha finalizado e lançado. 
Eu não ouvi a faixa pronta, antes que ela fosse lançada. Foi assim que a gravadora operou.
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
Ouça "Te Quiero Amar"
Que saiu na coletânea "Sequência Maxima" da Jovem Pan, em 1996

Você se apresentou em muitos países durante o sucesso de "Ritmo Latino"? 
Eu viajei apenas nos Estados Unidos e México. Fiz apresentações nestes dois países.

Laura, qual é a sua profissão hoje? 
Eu trabalho em um dos principais estúdios de cinema aqui em Los Angeles
(Warner Bros. Entertainment ).

O que lhe dá orgulho e felicidade em sua vida hoje? 
Meu filho 
(ela tem um filho que tem atualmente 18 anos de idade).

Sobre os compositores ou produtores de "Ritmo Latino", você ainda tem contato com eles? 
Sim, eu ainda tenho contato mas apenas com um deles, Carlo Zanella. Ele trabalhou em "Ritmo Latino" e também em "Te Quiero Amar".


Carlo Zanella, compositor, produtor e agora editor cinematógráfico

Durante a sua carreira, você só gravou estas duas músicas mesmo?
Sim, só foram estas duas músicas. Infelizmente era um trabalho que não dependia só de mim. Mas eu ainda penso, em algum dia gravar mais músicas. Penso muito sobre isso, talvez futuramente...

Obrigado Laura, por este pequeno espaço e atenção que está dando para conosco. Seus ouvintes brasileiros agradecem.
Eu que os agradeço. Eu aprecio todo este amor dos fãs do Brasil. Vocês são os melhores! 

Então eu vou terminando por aqui, mais uma publicação especial do nosso Blog.
Espero que estas informações divulgadas, atinjam todas as expectativas dos leitores, fãs de "dance music" ;)

Obrigado por mais esta leitura!

Conecte-se
com
Laura Martinez


DOWNLOAD
este conteúdo é exclusivo do blog https://rikardomusic.blogspot.com
1 Ritmo Latino (Radio Edit)
2 Ritmo Latino (Trinity Mix)
3 Ritmo Latino (Monte Carlo's House Mix)
4 Ritmo Latino (Sweep It Mix)
5 Ritmo Latino (East Side Mix)

Ano de lançamento: 1996
Produtores: Jon St. James, Monte Carlo
Escrita por: Carlo Zanella, Jon St. James, Laura Martinez
Gravadora: Thump Records

Para baixar o single de "Ritmo Latino"
clique aqui

Tipo de Arquivo: FLAC



Agradecimentos:
À Laura Martinez pelas informações cedidas, além de sua entrevista ao Blog. Ao amigo Fábio Allan, pelo envio do single de "Ritmo Latino".


quinta-feira, 10 de outubro de 2019

RICHY - "SET ME FREE" (1994)

INTRO
Teve um leitor que questionou-me uma vez sobre a ausência de matérias com cantores masculinos, pois o Blog dá muito mais ênfase às vozes femininas do Eurodance.
Bem, eu até tento escrever sobre vários artistas masculinos, mas muitos deles não retornam meus contatos, não querendo colaborar.
Escrever sobre estes cantores e não inserir nenhuma "exclusividade" aos leitores? Sinceramente, eu não acho que isso seja tão interessante assim, visto que já existem outras páginas que trazem várias informações sobre estes. Seria mais um artigo repetido?
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Sobre este desinteresse da parte deles, eu também não os culpo, pois grande parte destes artistas está vivendo uma outra fase em suas vidas, onde muitos se casaram, mudaram de profissão, não querem mais exposições, e etc.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
O cantor deste artigo é um destes e não quis contato, mas isso não me chateia, não. Ele continua ainda com o seu talento, com o seu brilho e sempre será o dono deste seu belo e inesquecível single de sucesso. Ele queira, ou não.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
E é isso que eu queria falar: O que está feito, já está feito. Não adianta negar ou fugir, pois ninguém pode mudar o passado.
E outra, não obrigamos ninguém a cantar estas músicas "dance", que consequentemente vieram a fazer parte de nossas vidas. Então, "agora aguente", rs.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Bom, vamos ao que interessa. O artista de hoje é o Richy, sim, aquele mesmo da belíssima "Set Me Free"...
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com

Você se lembra desta produção?

"LIBERTE-ME" 
A capa simples do single de "Set Me Free"

Como citado na matéria anterior (Mr. French Junior), algumas pessoas até achavam que era o mesmo vocalista nos dois projetos, mas o próprio Francisco Aneas desmentiu esta "teoria", dizendo que o cantor do "Richy" era o seu amigo Ricardo Sanz. Foi aí então que localizei esta pessoa, mas que infelizmente não respondeu minhas mensagens.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Embora não tivemos nenhuma resposta vinda do cantor, conseguimos localizar o seu paradeiro e descobrir o que ele anda fazendo atualmente. Mas antes disso, que tal voltarmos ao ano de 1994 e resgatar um pouco da história de seu mega-hit "Set Me Free"?

O SUCESSO DE "SET ME FREE" 
Alguns créditos na contra-capa do single de "Set Me Free"

Este single marcou uma geração de jovens em 1995, mas na verdade foi produzido e lançado primeiramente em 1994. Como a música estourou em vários países europeus, o sucesso também se espalhou por outros países, sendo lançado inclusive nos EUA, através do selo Fresh Music.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Aqui no Brasil, era a Paradoxx Music que detinha os direitos autorais de "Set Me Free", lançando a música em diversas coletâneas, tais como "Resumo da Opera" , "Dance Patrol Vol. 2", entre outras.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Outro disco bem famoso e que também apresentava esta linda faixa era a trilha sonora da novela "Cara & Coroa", numa época em que todo mundo ouvia dance music. Que saudades desta época, de quando o gênero estava no auge, né?
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Quem assistia TV nesta época deve se lembrar muito bem desta canção, pois foi muito executada em muitas cenas de "Cara & Coroa", principalmente nos créditos finais desta novela.
Sem falar que a canção também estava sempre entre as mais tocadas nas rádios, como a Jovem Pan Sat, 97 FM, Metropolitana, Nova FM e uma porção de outras FM's, que hoje estão bem chatas e tocando muitas músicas de gosto duvidoso.
Ah, é lógico que não devemos nos esquecer do grande sucesso que esta música representou nas danceterias do Brasil, em 1995. Este foi um ano de ouro e cheio de grandes hits, e aposto que muitos DJ's ficavam até chateados, por não conseguirem tocar todas as músicas que queriam, pois eram tantos lançamentos excepcionais nesta época...


A PRODUÇÃO DA MÚSICA 
E SEUS ENVOLVIDOS
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
"Set Me Free" não foi só cantada por Ricardo Sanz, como também foi composta por ele, juntamente com o produtor e empresário Andreas Nager, em 1994, na Suíça.
Esta música fala sobre o triste fim de um relacionamento amoroso, mas eu acreditava que a letra fosse mais profunda e intensa, sendo na realidade bem simples, direta ao ponto e com poucas palavras.
Diante de alguns trechos da letra, podemos destacar:

"Você ainda acredita em nós,
Mas não há futuro entre você e eu, você não vê?"
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com

"Me liberte,
Não confie em mim"
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com

"Me liberte,
É assim que tem que ser"
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com

"Vamos dizer adeus, estas palavras não quebrarão seu coração.
Eu não acredito em mim e você,
Só resta uma coisa a fazer,
Me liberte."

Do ponto de vista de quem está ouvindo a música, a letra nos descreve alguém que está tentando terminar um relacionamento, e esta pessoa com quem ele conversa, o ama muito ainda. É uma situação delicada, pois precisa existir uma aceitação deste sujeito, mas para quem ama, aceitar o término é bem complicado.
Por isso então, ele fica tentando convencer a pessoa de que esta é a melhor opção para os dois. Na letra ele deixa bem claro que não a quer mais e pede: "liberte-me".
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Ao contrário da música "I Feel So Good" do Mr. French Junior, esta música do Richy não foi produzida por Andreas Nager, embora ele fosse o "dono" do projeto e também tenha colaborado na composição da faixa (consta seu nome nos créditos, então acredita-se que ele tenha feito isso).
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
"Set Me Free" ganhou sua construção sonora de outros músicos conceituados, os também suíços Gutze Gautschi e Mark Wyss, sendo que o primeiro era o diretor do selo Fresh Music, que distribuiu a música nos Estados Unidos.
Gutze Gautschi e Mark Wyss trabalharam também por vários anos como produtores e editores de DJ Bobo. Juntos, a dupla construiu alguns dos meus hits favoritos, como "Somebody Dance With Me", "Keep On Dancing", "Take Control", "Everybody", bem como o álbum "Dance With Me" do DJ Bobo.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Em 1998, Gutze Gautschi também publicou um livro que deve ser bem interessante: "DJ Bobo - The Forgotten Years". 
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
O produtor de "Set Me Free", Gutze Gautschi, exibindo orgulhosamente suas conquistas
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Vale mencionar que Gutze Gautschi é conhecido por ter 67 discos de ouro e vários de platina, sendo provavelmente o produtor mais bem-sucedido da Suíça.
Portanto, embora Richy não tenha alcançado longevidade em sua carreira (como DJ Bobo conseguiu), fica visível aqui o motivo da graciosidade e êxito deste seu single "Set Me Free", pois com este currículo de seus produtores...
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Claramente estes produtores se inspiraram também no clássico "Go West" da dupla Pet Shop Boys, para criar a base de "Set Me Free", vocês perceberam as semelhanças?
A música de Richy nos remete bastante à esta fantástica obra. Confira agora mesmo, as duas músicas:

Richy - "Set Me Free" 

Pet Shop Boys - "Go West"


QUEM FOI A VOZ 
DO PROJETO 
RICHY?
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Como já sabemos, o nome do vocalista é Ricardo Sanz, mas além deste projeto de dance music, ele também fez outras inúmeras parcerias e trabalhos envolvendo a sua voz.
Um outro codinome conhecido dele é Ricardo Fontan, onde registrou músicas como "Dolce Vita" e "Fly", num estilo totalmente diferente da dançante "Set Me Free". 

Ricardo Sanz nasceu em Madrid, na Espanha, no dia 19 de março de 1968, mas mora na Suíça já há muitos anos, mais precisamente em Lucerna.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Em março de 1992 ele começou a trabalhar profissionalmente com a sua voz, e assim integrando o time de artistas do produtor Andreas Nager, assinando com a Take Off Music.
Um destes seus primeiros trabalhos, podemos citar o projeto de 1993 chamado Boom Club, com a música "Little Swiss Yodelling Girl". Esta música ainda traz algumas participações de outras colegas de estúdios, como Sandra Olajide, Christine Lauterburg e também Irene Gumpp, que fez o backing vocal desta faixa.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Mas foi no ano seguinte que Ricardo Sanz se destacou com seus fortes vocais.
Em 1994, assumindo o projeto Richy, lançou "Set Me Free" que se tornou o seu maior sucesso nos anos 90.
Uma curiosidade bacana, é que este hit também ganhou uma versão cantada em espanhol chamada "Dejame", lançada em single no México:
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Richy - "Dejame" (1994)


Ricardo Sanz no "The Voice"
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Com o sucesso alcançado, ele gravou mais músicas utilizando o nome "Richy", porém, poucas se tornaram conhecidas do grande público, não fazendo muito sucesso.
Uma destas músicas é "Miracle" , que tem uma pegada semelhante às músicas do Haddaway, sendo realmente uma música bem legal e que merece ser compartilhada com todos os fãs do gênero "dance".
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Não conhece "Miracle"?
Temos aqui um vídeo, contendo a música para você ouvir:

Richy - "Miracle" (1995)

Eu, que vos escrevo, não conhecia "Miracle" e a achei bem agradável!
Outra música que o "Richy" cantou foi "I Want You", inclusive, este trabalho foi citado na nossa publicação anterior (Mr. French Junior), pois Francisco Aneas foi um dos que a escreveram.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Assim como "Set Me Free" que remetia ao Pet Shop Boys, e "Miracle" que lembrava Haddaway, agora temos "I Want You", com uma base muito semelhante às produções do Enigma ("Sadness", lembra-se deste hit?).
O som também nos traz uma atmosfera meio Randy Bush - "Elevation"... acho que vale a pena conhecer esta curiosa música do Richy:

Richy - "I Want You" (1995)

Com estas músicas, Ricardo Sanz conseguiu mostrar a sua grande potência vocal para muitas pessoas, e assim, ganhando um maior reconhecimento e visibilidade na área musical.
Um detalhe importante é que "I Want You" é bem mais lenta que seus trabalhos anteriores, e isso ajudou a valorizar melhor os seus vocais.
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Inclusive, quem ouve a sua bela voz nesta faixa, percebe logo que é diferente da voz de Francisco Aneas, o vocalista do hit "I Feel So Good" e que também é apontado como o vocalista do "Richy", por alguns fãs de dance music.
Ricardo Sanz tem uma voz mais vigorosa e consegue atingir maiores notas, nos lembrando também a voz de um tenor, ou próximo disso.

Simplesmente, ele é o verdadeiro cantor do Richy, e sem dúvidas, merece ser creditado pelo seu excelente trabalho neste projeto.

Após o projeto Richy, ele se lança como Richy Sanz


Já no final dos anos 90, Ricardo Sanz gravou um projeto solo chamado Richy Sanz e sem qualquer tipo de ligação com Andreas Nager. Agora era um trabalho com novos produtores, novos compositores, nova gravadora...
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Aqui no Brasil não emplacou, e pelos históricos pesquisados não chamou a atenção em muitos países, além da Suíça.

O vocalista se firmou com seu nome real: Ricardo Sanz

A partir daí, o cantor resolve investir sua carreira mais na Suíça, onde assina até os dias atuais como Ricardo Sanz. Um de seus mais recentes sucessos é a canção "Rosmarie", que conta a história de um casal apaixonado, mas estes seus laços serão rompidos devidamente a morte de um dos amantes, então existe uma triste despedida entre eles, relatada na letra.

"Quando eu canto esta música, eu sempre choro", diz Ricardo Sanz. Ele se emociona pois se lembra também de seu pai, Eugenio, falecido em dezembro de 2017 aos 77 anos de idade devido às consequências de um ataque cardíaco, e ele foi casado com a mãe de Ricardo, Angeles (75 anos), por mais de meio século (Fonte:https://www.blick.ch/people-tv/musik/heimweh-star-ricardo-sanz-er-singt-fuer-seinen-verstorbenen-vater-id5402404.html).

"Faço música desde minha juventude" 
Aos seus atuais 51 anos de idade, Ricardo Sanz é solteiro (namora uma suíça de 43 anos), é famoso na Suíça, onde também é membro de um coral masculino.
Ele se apresenta como Ricardo Sanz, faz seus shows, grava seus discos e ainda participou de um programa de TV bem popular, o The Voice (Suíça).
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Confira abaixo, uma apresentação sua no referido programa:
este é um artigo exclusivo do blog http://rikardomusic.blogspot.com
Ricardo Sanz - "Me & Mrs. Jones" (2013)

Ricardo Sanz continua fazendo músicas com a finalidade de tocar o coração das pessoas, embora não sejam mais dançantes, como as que ele lançou no projeto Richy


Conecte-se com
Ricardo Sanz



CONSIDERAÇÕES FINAIS
É muito satisfatório para mim, pesquisar sobre este memorável projeto dos anos 90. Afinal, quem nunca ouviu a bela e envolvente "Set Me Free"? Mágicos arranjos, vocais espetaculares e uma melodia apaixonante.
E o vocalista é um grande talento... 
Desejamos muito sucesso à Ricardo Sanz. Que ele continue cantando por muitos anos e o agradecemos por ter colaborado no projeto Richy. 
Afinal, foi neste projeto de "dance" que ele ficou conhecido entre nós!!


Infelizmente, não tenho o single de "Set Me Free" para deixar aos leitores (download). Uma pena!

Dedico este artigo ao leitor Carlos Valente, que sugeriu esta publicação.

A VOCALISTA ACHOU O NOSSO BLOG E NOS ESCREVEU!

X-POSED: PRISMA - "BETTER LIFE" (2001)